Desencanto com a Vida em Portugal

Recentemente li uma reportagem numa reportagem da Veja a respeito de duas pessoas que tiveram péssimas experiências com a vida em Portugal.

A reportagem ressalta os dramas de frustrações de brasileiros que vieram para cá. Bom, na verdade ele cita dois casos somente, mas sabemos que isso acontece realmente com uma certa frequência.

Analisando os casos pelo depoimentos nas reportagens e pelo que ouço de algumas pessoas aqui percebe-se que a falta de preparo e de uma pesquisa básica já é um prenúncio do resultado que se terá.

Mas hoje eu não quero falar do planejamento, mas sim de uma condição emocional que é determinante nos casos mencionados.

O Conto de Fadas Virou Drama

O Desencanto foi a palavra que mais me marcou nessa reportagem.

Mas só se desencanta quem esteve encantado. Isso remete muito a uma fantasia de um conto de fadas, onde um único movimento resolverá todos os problemas.

Conheço várias pessoas que fizeram mudanças radicais em suas vidas porque algo as incomodava, mas na verdade mal sabiam apontar o real problema. Portanto, resolveram se livrar de tudo, esperando que uma mudança desse tipo possa resolver todos os problemas que tinham.

O que me leva à questão das expectativas. E eu ouço muito isso de brasileiros que pretendem vir morar em Portugal, que querem ter uma vida melhor do que a que tinham no Brasil, mas …. melhor como?

Quais referências os brasileiros têm de uma boa vida?

Já ouvi pessoas dizerem que querem voltar porque aqui não têm empregada doméstica trabalhando todos os dias; que não têm coragem de colocar os filhos em escola pública ou que sentem-se humilhados por não conseguirem emprego em suas áreas de atuação.

Há um grave erro de foco.

O excessivo foco nos seus desejos e referências brasileiras de status e realização. Portugal e a Europa, têm um estilo de vida muito diferente do Brasil, com suas vantagens e desvantagens. Conhecer bem esses pontos e elaborar estratégias para lidar com aquilo que será mais difícil para cada um é essencial.

Há algo que vai se manter, independente de onde você vá. Isso é você mesmo, seus medos, suas limitações, seus traumas e também seus potenciais e sua história. Você leva sua mentalidade para onde quer que vá.

O mais importante é entender que….

Cada País é um Pacote.

Não dá para ficar só com o lado positivo do Brasil e de Portugal, ou do país que escolher como destino.

Entender as vantagens que esse novo cenário traz exige uma análise de custo-benefício essencial a uma escolha consciente. e, claro, muita Inteligência Emocional para ser flexível e se adaptar.

📝 Ajuda muito colocar isso no papel. Selecione o que é essencial à sua realização pessoal e profissional e depois identifique quantos desses itens encontra no país de destino.

Enfim, há muito que se falar sobre isso. Por enquanto estou gostando da minha experiência, mas claro que estou ainda há pouco tempo aqui. A diferença é que fiz uma extensa pesquisa para entender os desafios que teria que enfrentar e achei que o Pacote Portugal valia a pena para mim e para minha família. Até agora todos estão amando, mas sei que as pedras no caminho ainda irão surgir.

Mas manterei meu compromisso com vocês de contar o lado ruim, prometo!

DISC investário de personalidade
Avaliação de personalidade DISC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *